ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E AGRÍCOLA DE PARANAGUÁ
Terça-feira, 20 de Março de 2018


Segmentos portuários visitam o governador Carlos Massa Ratinho Júnior



Segmentos portuários visitam o governador Carlos Massa Ratinho Júnior
O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, recebeu na segunda-feira, 18, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, representantes dos segmentos portuários que integram o grupo Coalizão Empresarial pelos Portos do Paraná. O objetivo foi tratar algumas demandas que visam a contribuir para a expansão, modernização e competitividade do setor portuário.

Os executivos, empresas e presidentes de entidades de classe que formam o grupo foram recepcionados pelo governador, acompanhado do secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; do secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia Júnior; do diretor empresarial da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, André Pioli; o diretor administrativo-financeiro da APPA, Luiz Fernando Gaspari de Oliveira Lima; e do diretor-presidente e CEO da Agência Paraná de Desenvolvimento, José Eduardo Bekin.
O grupo conta com representantes de segmentos fundamentais para o desenvolvimento econômico do Estado como granéis sólidos e líquidos, corredor de exportação, carga geral, terminal de contêineres e veículos, entidades de classe e comunicação estratégica.

COALIZÃO EMPRESARIAL

O grupo denominado Coalizão Empresarial pelos Portos do Paraná representa 100% da movimentação de cargas e é formado por: André Maragliano, gerente geral do terminal da Cargill S/A; Antonio Saad Gebran Sobrinho, diretor comercial, do Jornal Folha do Litoral News; Argyris Ikonomou, presidente do Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado do Paraná; Eudis Furtado Filho, gerente comercial da Rumo; Eloir Martins, presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá (Aciap); Gilberto Birkhan, diretor-presidente terminal portuário Ponta do Félix; Gilson Anizelli, superintendente da Cotriguaçu; João Arthur Mohr, gerente dos conselhos temáticos e setoriais da Federação das Indústrias do Paraná; João Gilberto Cominese Freire, diretor da Rocha Terminais; José Paulo Fernandes, diretor-presidente da Cattalini; Juarez Moraes e Silva, diretor institucional do TCP; Julio Verner Nadolny, presidente da Paranaguá Pilots; Luiz Fernando Garcia da Silva, diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina; Nery Carvalho, gerente da Rumo; Nilson Hanke Camargo, do G7; Pérsio Souza de Assis, diretor da Pasa; Ricardo Trindade, executivo logística outbound da Volkswagen; Roberto Romero, diretor da Renault; Rodrigo Buffara Farah Coelho, gerente do terminal portuário da Cotriguaçu; Ronaldo Sapateiro, diretor superintendente da Mosaic Fospar; ValmorFelipetto, diretor da Harbor Operadora Portuária; Victor Hugo Penha, gerente de logística da Klabin; e Wagner Giorgino, gerente Brasil de exportação da Renault.

A intenção é atuar com base em quatro planos de ações, Infraestrutura Marítima, Infraestrutura Portuária, Infraestrutura Terrestre e Gestão. Os segmentos visitaram o governador para apresentar as demandas portuárias para que o Paraná e a cidade de Paranaguá sejam referências internacionais, melhorando sua infraestrutura e atraindo novos investimentos, além de potencializar a economia da cidade, do Estado e do País.

SALDO POSITIVO

O governador Ratinho Júnior afirmou que a reunião foi histórica voltada ao Porto de Paranaguá que, na sua visão, é um dos melhores do País. “Foi a primeira vez que o Governo do Estado e o governador se reúne com todos os prestadores de serviço do porto e também com aqueles que o utilizam como escoamento da sua produção, exportando e importando. É motivo de muita alegria nesse momento em que o porto de Paranaguá completa 84 anos de história, considerado um dos melhores do Brasil. Nós estamos trabalhando com o Governo Federal para que o Porto de Paranaguá tenha a independência administrativa e financeira, que não dependa de Brasília para muitas decisões estratégicas, que são importantes para o porto e também para a cidade de Paranaguá. É um passo muito grande que o Estado do Paraná dá neste momento, mas em especial ao nosso litoral e ao nosso porto para que continue se modernizando e gerando riqueza ao nosso Estado”, analisou Ratinho Júnior.

O diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Luiz Fernando Garcia da Silva, ressaltou que a reunião foi uma oportunidade de mostrar ao Governo do Estado que o setor produtivo está alinhado para buscar melhorias. “O governador entendeu que o movimento no Porto de Paranaguá é único, que não há uma dissonância, pois 100% da cadeia produtiva operante presente na reunião tem uma voz única, deu a tranquilidade ao governador e foi possível expor todas as grandes necessidades que fogem da alçada do porto, são interações com o Governo Federal, com órgãos de licenciamento, que o governador certamente guardou isso e passará a colaborar ainda mais com o desenvolvimento do porto”, salientou o diretor-presidente.

O diretor Institucional do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), Juarez Moraes e Silva, destacou o avanço dado pelo grupo neste primeiro passo e a abertura do Governo do Paraná. “Percebemos um governo bastante alinhado com o setor empresarial, produtivo, com os investimentos que estão por vir. Nós não estamos falando só de um porto, mas do melhor porto da América Latina.

Agora, tudo isso tem que acontecer dentro de um desenvolvimento integrado e sustentado, olhando as questões não só de um escoamento rápido, produtivo e de baixo custo, mas também olhando a cidade e as questões sociais, os impactos que geram no litoral”, afirmou Moraes e Silva.

Segundo Juarez, todas as ações têm que ser avaliadas dentro de uma visão sistêmica, na qual os ganhos sejam para todos os setores. “Evidentemente, a gente tem que estar alinhado com o governo, que é forte e vem dialogando, buscando também com o Governo Federal desregulamentar essa legislação que trava os investimentos, mas sem descartar o desenvolvimento sustentável com práticas ambientais e sociais de primeiro mundo. Saímos muito felizes, realmente estava todo o PIB que envolve o porto e isso nos deixa bastante otimistas em termos dado mais um passo muito consistente no sentido de fazer com que o Paraná cresça de forma sustentada”, declarou Moraes e Silva.

PORTO DE PARANAGUÁ

Com 84 anos comemorados neste ano de 2019, o Porto de Paranaguá abrange uma área de 800 mil km², compreendendo o Estado do Paraná e parte dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia, incluindo também o Paraguai. As exportações têm como principal destino a comunidade europeia, seguida pelos Estados Unidos, Ásia e Mercosul. Essa integração resulta no quarto maior bloco econômico do planeta, com mais de 190 milhões de habitantes e um Produto Interno Bruto conjunto superior a US$ 700 bilhões. A localização do Paraná integra estrategicamente a nossa economia com as mais dinâmicas do globo.

Fonte: Folha do Litoral News
Fotos: Rodrigo Félix Leal/ ANPR




Outras Notícias


Voltar ao topo Voltar ao topo
(41) 3038-8500



Rua Rodrigues Alves, 621
Paranaguá - Paraná
Cep : 83.203-170